ENSAIO DE DOSE-RESPOSTA DE CLORPIRIFÓS NO CONTROLE DE LARVA ALFINETE (Diabrotica speciosa) (Coleoptera: Chrysomelidae) EM MILHO, APLICADO POR PIVÔ CENTRAL

WULF SCHMIDT, DURVAL DOURADO NETO, ANTONIO LUIS FANCELLI, PAULO AUGUSTO MANFRON

Resumo


Visando determinar-se qual seria a dose de clorpirifós, aplicado por insetigação, necessária para o controle de Diabrotica speciosa (Coleoptera: Chrysomelidae), instalou-se um ensaio no município de Nova Fátima (PR), com quatro doses de clorpirifós mais uma testemunha. O produto foi aplicado por injeção direta na base do pivô e os resultados obtidos mostraram diferenças significativas entre os tratamentos, permitindo concluir-se que (i) a aplicação de clorpirifós por insetigação é viável para o controle dessa praga e (ii) que a dose necessária para se atingir nível de controle (para nível de dano econômico igual ou menor que 2,5 na escala), é de 961g de clorpirifós/ha.


Palavras-chave


quimigação, inseticida, insetigação, Zea mays L.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18512/1980-6477/rbms.v3n02p%25p