REAPLICAÇÃO DE NITROGÊNIO NA MITIGAÇÃO DO EFEITO DA DESFOLHA EM DIFERENTES FASES FENOLÓGICAS DO MILHO

ANDRÉ PRECHLAK BARBOSA, CLAUDEMIR ZUCARELI, RODRIGO YOITI TSUKAHARA, EDSON GIOVANNI KOCHINSKI, JOSE HENRIQUE BIZZARRI BAZZO

Resumo


RESUMO - O manejo adequado da adubação nitrogenada para atenuar efeitos da perda de área foliar é uma solução
pouco explorada. Portanto, objetivou-se avaliar, em campo, o efeito da reaplicação de nitrogênio e intensidade de
desfolha em diferentes fases fenológicas sobre a incidência de grãos ardidos e o desempenho produtivo do milho. O
delineamento experimental foi em blocos casualizados, com quatro repetições, em esquema fatorial 2x7x4+2, sendo,
a reaplicação de N em cobertura (0 e 40 kg ha-1), os estádios fenológicos de desfolha (V2, V4, V6, V10, R1, R3 e R5),
as intensidades de desfolha (25, 50, 75 e 100%) e dois controles adicionais (0% de desfolha com e sem a reaplicação
de N). As avaliações realizadas foram percentagem de grãos ardidos, massa de 100 grãos e produtividade de grãos. Os
dados foram submetidos à análise de variância, testes de Tukey, Dunnett e regressão até 2º grau (p<0,05). A reaplicação
de nitrogênio após a desfolha atenua os efeitos desse estresse na massa e no rendimento total de grãos, com maior
efetividade quando ocorre nos estádios vegetativos. O prejuízo ao desempenho produtivo em razão da desfolha é
acentuado quando ocorre no florescimento e enchimento de grãos, pois desequilibra a relação fonte-dreno. A desfolha
em estádios iniciais proporciona maior intensidade de grãos ardidos nas plantas de milho.
Palavras-chave: Adubação nitrogenada, Área foliar, Estádios fenológicos, Zea mays L.


REAPPLICATION OF NITROGEN AS MITIGATION
TO THE DEFOLIATION EFFECT AT STAGES OF MAIZE
ABSTRACT - The proper management of nitrogen fertilization to mitigate the effects of the loss of leaf area is
poorly explored. Therefore, the present study evaluated the effect of nitrogen reapplication and defoliation intensity at
different phenological stages on the incidence of rot grains and corn production performance. The experimental design
was a randomized complete block with four replications, in a 2x7x4 + 2 factorial scheme, with the reapplication of N
topdressed (0 and 40 kg ha-1), the defoliation stages (V2, V4, V6, V10, R1, R3 and R5), defoliation intensities (25, 50, 75
and 100%) and two additional controls (0% defoliation with and without reapplication of N). Percentage of rot grains,
mass of 100 grains and grain yield were evaluated. Data were subjected to analysis of variance, Tukey’s, Dunnett’s tests
and regression up to grade 2 (p <0.05). Reapplication of nitrogen after defoliation attenuates the effects of this stress on
the mass and the total yield of grains, with greater effectiveness in the vegetative stages. The damage to the productive
performance due to defoliation was accentuated when occurred at the flowering and grain filling as it unbalances
the source-drain relation. Depletion in the early stages caused higher occurrence of grain burned in maize plants.
Keywords: Nitrogen fertilization, Leaf area, Phenological stages, Zea mays L.


Palavras-chave


Adubação nitrogenada, Área foliar, Estádios fenológicos, Zea mays L.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18512/1980-6477/rbms.v18n1p30-46