DESEMPENHO PRODUTIVO DO MILHO HÍBRIDO SIMPLES EM FUNÇÃO DE ESPAÇAMENTOS ENTRE FILEIRAS E POPULAÇÕES DE PLANTAS

MAURICIO FUMAGALLI, IVAN VILELA ANDRADE FIORINI, ROGERIO ALESSANDRO FARIA MACHADO, HELCIO DUARTE PEREIRA, CASSIANO SPAZIANI PEREIRA, LUIZ PAULO MIRANDA PIRES, FELIPE RIBEIRO RESENDE

Resumo


 

RESUMO - O objetivo desta pesquisa foi avaliar o desempenho produtivo do milho submetido a diferentes espaçamentos entre fileiras e populações de plantas, nas condições da segunda safra de 2010, em Ipiranga do Norte, na região norte de Mato Grosso. O experimento foi implantado no dia 26 de janeiro, com o híbrido simples Pioneer 30S31, em sistema convencional de preparo do solo após a colheita da soja precoce. O delineamento experimental utilizado foi em blocos casualizados em esquema de parcelas subdivididas com quatro repetições. Os tratamentos foram representados por três espaçamentos entre fileiras de 0,5; 0,7 e 0,9 m nas parcelas principais e quatro populações de 50.000, 60.000, 70.000 e 80.000 plantas ha-1 nas subparcelas. Todos os parâmetros avaliados foram influenciados pelas populações de plantas. Os espaçamentos entre fileiras influenciaram o número de fileiras de grãos, a massa de mil grãos e a produtividade de grãos do milho. Ocorreu interação significativa entre os fatores de estudo para todos os componentes de produção, exceto quanto ao comprimento de espigas. O aumento das populações até 80.000 plantas ha-1, associado à redução do espaçamento entre fileiras, resultou na combinação mais eficiente com maior produtividade de grãos. Com o aumento do espaçamento entre fileiras, a população ótima ficou abaixo de 70.000 plantas ha-1 nos espaçamentos de 0,7 e 0,9 m entre fileiras.

Palavras-chave: Arranjo de plantas, densidade de plantas, distribuição espacial, Zea mays L.

 

MAIZE PRODUCTIVY PERFORMANCE OF SIMPLE HYBRID IN FUNCTION OF THEROW SPACING AND PLANT POPULATIONS

 

ABSTRACT - The objective of this study was to evaluate the maize productivy performance under different row spacing and plant populations, in conditions of off-season, crop year 2010, in Ipiranga do Norte, in the northern region of the State of Mato Grosso, Brazil. The experiment was implanted on 26 January, with a simple hybrid maize Pioneer 30S31, in a conventional system, after soybean crop. The experimental design was randomized blocks in split plots with four replications. The treatments were three row spacing between rows of 0.5, 0.7 and 0.9 m in main plots and four populations of 50.000, 60.000, 70.000 and 80.000 plants ha-1 in subplots. Plant populations influenced all parameters. The spacing between rows influenced the number of rows of grain, the thousand-grain weight and yield grains. The interaction was significative between row spacing and plant populations for all parameters, except for ear length. The increase in populations to 80.000 plants ha-1, associated with a reduced spacing between rows, proved to be the most effective resulting in highest grains yield. With increasing spacing between rows, the optimum population was below 70.000 plants ha-1 in the row spacing’s of 0.7 and 0.9 m between lines. 

Keywords: Plant arrangement, plants density, space distribution, Zea mays L.

 


Palavras-chave


Zea mays L., densidade de plantas, espaçamento de plantas, segunda safra.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18512/1980-6477/rbms.v16n3p426-439