DESEMPENHO AGRONÔMICO DE GENÓTIPOS DE MILHO SUBMETIDOS AO ESTRESSE HÍDRICO NO SUL DO ESTADO DO TOCANTINS

AURÉLIO VAZ DE MELO, VALDERE MARTINS DOS SANTOS, MARCO ANTONIO FERREIRA VARANDA, DIONE PEREIRA CARDOSO, MARILENE ALVES RAMOS DIAS

Resumo


 RESUMO - A cultura do milho apresenta sensibilidade à variação climática, sendo o déficit hídrico uma das causas frequentes de redução de produção na cultura. O presente trabalho teve como objetivo avaliar a performance de genótipos de milho sob estresse hídrico, no sul do Estado do Tocantins. O experimento foi implantado no município de Gurupi - TO, utilizando 64 híbridos de milho. O delineamento experimental utilizado foi Látice 6x6, com três repetições. As características avaliadas foram altura da planta, floração masculina, floração feminina, altura de inserção da espiga e produtividade de grãos. Em ambiente sem estresse foram observadas maiores médias de altura da planta em comparação ao ambiente com estresse. No ambiente com estresse o genótipo 8 apresentou a maior média de altura de plantas (129 cm). Não houve diferença estatística entre os ambientes quanto ao número de dias para o florescimento masculino. A produtividade de grãos foi significativamente maior em ambiente sem estresse. O genótipo 59 apresentou a maior média de produtividade de grãos sob estresse (7.317,6 kg ha-1) e o genótipo 9 apresentou a maior média de produtividade de grãos em ambiente sem estresse (11.551,3 kg ha-1). Os resultados demonstraram que os cultivares de milho apresentam comportamento distinto quanto à tolerância ao estresse hídrico. Os genótipos que apresentaram as menores médias de produtividade no ambiente sem estresse foram 35 e 40. Os genótipos com maiores médias de produtividade no ambiente sem estresse foram 57, 7, 15 e 61.

Palavras-chave: Zea mays, condições adversas, estiagem

.

AGRONOMIC PERFORMANCE OF MAIZE GENOTYPES SUBJECTED TO WATER STRESS IN THE SOUTH OF TOCANTINS STATE

 

ABSTRACT - The maize crop is sensitive to climatic variability and water deficit is one of the frequent causes of yield decrease. The objective of this work was to evaluate the performance of maize genotypes under water stress in the southern Tocantins State. The experiment was carried out in the municipality of Gurupi - TO, using 64 maize hybrids. A 6x6 lattice design was used, with three replications. The evaluated characteristics were plant height, male flowering, female flowering, height of insertion of the ear and grain yield. For plant height it was observed that the stress-free environment provided higher PA means compared to the stress environment. In the environment with stress, the cultivar 8 presented the highest average plant height (129, cm). No statistical difference between environments was observed in the number of days for male flowering. Regarding grain yield, the stress-free environment provided significantly higher values of grain yield compared to the stress environment. The cultivar 59 presented the highest grain yield (7317.6 kg ha-1) under stress and cultivar 9 had the highest grain yield (11551.3 kg ha-1) in the environment without stress. The results showed that maize cultivars presented different behavior regarding tolerance to the water stress. The cultivars with the lowest productivities in the environment without stress were 35 and 40. The cultivars with the highest productivities in the environment without stress were 57, 7, 15 and 61.

Keywords: Zea mays, adverse conditions, drought.


Palavras-chave


Zea mays, Condições adversas, Irrigação suplementar

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18512/1980-6477/rbms.v17n2p177-189