AVALIAÇÃO DE HÍBRIDOS INTERPOPULACIONAIS DE MILHO QUANTO A CARACTERÍSTICAS QUÍMICAS E AGRONÔMICAS PARA SILAGEM

PAULO CÉSAR DA SILVA, JUAN TOMAS AYALA-OSUNA, JOSÉ ROBERTO MORO, LAURA MESQUITA PAIVA, SANDRA REGINA OLIVEIRA DOMINGOS QUEIROZ, MOISÉS RODRIGUES MARTINS

Resumo


Para produção de silagem da planta inteira, é importante identificar e quantificar as características nutricionais da planta. O presente trabalho foi realizado durante os anos de 1998 a 2001, em Jaboticabal, SP, com os objetivos de efetuar o segundo ciclo de seleção recorrente em duas populações de milho (Zea mays L.) (ESALQ-VF7 e ESALQ-VD8), utilizadas para obtenção de híbridos para silagem e para avaliar os híbridos selecionados quanto aos caracteres agronômicos e bromatológicos. Na primeira fase, foram recombinadas as progênies selecionadas do primeiro ciclo de seleção recorrente e, em seguida, obtidas as progênies S1 de cada população. Na segunda fase, foram obtidos os híbridos forrageiros, através de cruzamentos recíprocos, entre as populações. Para comparar os híbridos, foram instalados experimentos em dois locais, no ano agrícola de 2000/2001. Para os híbridos forrageiros, foram observadas diferenças significativas em todas as variáveis estudadas, como: altura de planta (AP), altura da espiga (AE), fibra em detergente ácido (FDA), fibra em detergente neutro (FDN) e proteína bruta (PB). As interações de tratamentos, híbridos e testemunhas com os ambientes não apresentaram significância em nenhuma das características em estudo. Para grupos dentro de ambientes, apenas FDA apresentou variações significativas. As características FDA e FDN apresentaram correlações negativas com PB. Existe variabilidade genética nas variáveis estudadas, sendo possível obter plantas com alta produtividade de MV e MS, baixa quantidade de FDA e FDN e com alta quantidade de PB.


Palavras-chave


silagem, populações, melhoramento, seleção recorrente, análise química.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18512/1980-6477/rbms.v2n03p%25p