COMPORTAMENTO PRODUTIVO E CUSTO DE PRODUÇÃO DE HÍBRIDOS DE SORGO (Sorghum bicolor, L. MOENCH) PARA SILAGEM

MIKAEL NEUMANN, JOÃO RESTLE, IVAN LUIS BRONDANI, JOSÉ LAERTE NÖRNBERG, RENIUS DE OLIVEIRA MELLO, LUIZ GIOVANI DE PELLEGRINI, ALEXANDRE NUNES MOTTA DE SOUZA

Resumo


O experimento teve por objetivo avaliar o comportamento produtivo da planta e o custo de produção da silagem de diferentes híbridos de sorgo: AGX-213 e AG-2002 (caráter forrageiro); AGX-217 e AG-2005E (caráter duplo propósito). O híbrido AG-2005E foi mais precoce, com 130 dias de intervalo entre a semeadura e a colheita, enquanto o AGX-213 foi o mais tardio (158 dias). O híbrido forrageiro AG-2002 apresentou maior altura de planta e maiores produções de matéria verde e matéria seca que o híbrido forrageiro AGX-213 e os de duplo propósito AGX-217 e AG-2005E. O híbrido AG-2005E apresentou maior porcentagem de panícula (45,6%) e baixa porcentagem de colmo (26,2%) e folhas (28,2%) na composição da planta, enquanto os híbridos forrageiros (AGX-213 e AG-2002) apresentaram maiores proporções do componente colmo (48,1% e 49,6%, respectivamente). A análise dos teores de matéria seca (MS) da planta e de seus constituintes físicos mostrou que o componente panícula apresenta maiores teores de MS na ocasião da colheita, independente dos materiais genéticos avaliados.


Palavras-chave


composição da planta, custo de produção, produção de matéria seca, sorgo duplo propósito, sorgo forrageiro, teor de matéria seca.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18512/1980-6477/rbms.v2n03p%25p