DESENVOLVIMENTO DA LARVA-ALFINETE EM TURFA E VERMICULITA

LETÍCIA HELLWIG, JEFFERSON SILVEIRA TEODORO, CALISC DE OLIVEIRA TRECHA, ANA PAULA SCHNEID AFONSO DA ROSA, CAROLINI VAZ DE LIMA, LAUREN BITTENCOURT MEDINA

Resumo


A Diabrotica speciosa (Germar) (Coleoptera: Chrysomelidae) é uma importante praga para diversas culturas. O objetivo desse trabalho foi aperfeiçoar o método de criação da larva-alfinete em condições de laboratório. Foram comparados quatro sistemas para criação das larvas, sendo dois deles com transferência e dois sem transferência de larvas, constituídas de plântulas de milho mantidas em turfa e vermiculita. Os seguintes parâmetros biológicos foram avaliados: duração e viabilidade no período larva-adulto, períodos de pré-oviposição e de oviposição, longevidade de machos e de fêmeas, fecundidade e viabilidade. Taxa líquida de reprodução (Ro), duração média em semanas de uma geração (T), capacidade inata de aumentar em número (rm) e razão finita de aumento (λ) de adultos de D. speciosa. A partir dos resultados obtidos, pode-se constatar que não houve influência dos substratos e técnicas de criação empregadas sobre os períodos de pré-oviposição e oviposição, longevidade de machos e fêmeas e também na fecundidade total. No entanto, houve influência para a viabilidade larval, onde se obteve uma viabilidade maior no tratamento sem transferência e com transferência quando usado como substrato turfa e vermiculita, respectivamente; uma maior duração do período larva-adulto quando os insetos foram criados em substrato vermiculita, independente da transferência; e na viabilidade dos ovos, que foi maior no tratamento sem transferência para os dois substratos. Os resultados da tabela de fertilidade indicaram que o potencial de reprodução de D. speciosa aumenta, significativamente, quando larvas são criadas em turfa sem transferência e vermiculita com transferência.


Palavras-chave


métodos de criação; laboratório; viabilidade larva-adulto; Diabrotica speciosa.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18512/1980-6477/rbms.v14n1p1-9