A METHOD FOR Colletotrichum graminicola INOCULATION IN MAIZE STALKS

DOUGLAS FERREIRA PARREIRA, LAÉRCIO ZAMBOLIM, LUCIANO VIANA COTA, RODRIGO VERAS DA COSTA, DAGMA DIONÍSIA DA SILVA, MARIELLE MARCONDES, FABRICIO EUSTÁQUIO LANZA, WANIA SANTOS NEVES, JOSÉ EDSON FIGUEIREDO, ANDRE G. C. SOUZA

Resumo


ABSTRACT – Anthracnose stalk rot (ASR) disease caused by Colletotrichum graminicola can lead to major corn yield losses in Brazil. Studies on plant resistance and genetic variation in pathogen populations are required towards the development of ASR disease management strategies. However, the lack of adequate methods for C. graminicola inoculation in maize stalk has hindered these efforts. The main objective of the study was to develop a confident and feasible method for C. graminicola inoculation into maize stalk. Three inoculation methods were evaluated: TCMP (toothpick colonized by pathogen mycelium), TICS (toothpicks immersed in conidial suspension), and ICS (injection of conidial suspension). The effect of the internode position, the phenological stage, and the period of time required for maize reactions to ASR infection were also evaluated. The infection severity was assessed by a diagrammatic scale with six levels of severity from 0 (no necrotic spots) to 5 (100 % infection). The TICS was the best method, inoculation in the third internode and assessment of disease severity at tasselling stage (VT) 30 days after inoculation presented the more accurate results. The procedure was validated under field conditions.

Key words: Zea mays; stalk rot; anthracnose.

MÉTODO PARA INOCULAÇÃO DE Colletotrichum graminicola EM COLMOS DE MILHO

RESUMO – A podridão do colmo do milho causada por Colletotrichum graminicola causa perdas severas em lavouras de milho. Estudos com resistência de plantas e variabilidade genética do patógeno são necessários para o desenvol-vimento de estratégias de manejo desta doença. Por outro lado, há ausência de uma metodologia adequada para a inoculação de C. graminicola em colmos. O objetivo principal do trabalho foi estabelecer uma metodologia confiável e prática para a inoculação de C. graminicola. Foram avaliados três métodos de inoculação em colmo: palitos de dente colonizados por micélio; palitos de dente imersos em suspensão de conídios; e injeção de suspensão de conídios. Nós também determinamos o efeito da posição do entrenó inoculado, o estádio fenológico para a inoculação e o período de tempo ideal após a inoculação para avaliar a severidade da doença. O método de palitos de dente imersos em suspensão de conídios inoculado no terceiro entrenó no estádio fenológico de pendoamento (VT) e avaliado aos 30 dias após a inoculação obteve o melhor resultado. A metodologia foi validada em plantas cultivadas em condições de campo.

Palavras-chave: Zea mays; podridão de colmo, antracnose.


Palavras-chave


Zea mays; maize stalk rot; anthracnose; greenhouse and field evaluations

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18512/1980-6477/rbms.v15n1p53-64