DIVERSIDADE GENÉTICA ESTIMADA ATRAVÉS DOS MARCADORES ISSR DE Colletotrichum graminicola NO BRASIL

DOUGLAS FERREIRA PARREIRA, LAERCIO ZAMBOLIM, ELIANE APARECIDA GOMES, RODRIGO VERAS DA COSTA, DAGMA DIONISIA DA SILVA, UBIRACI GOMES DE PAULA LANA, WANIA SANTOS NEVES, JOSE EDSON FONTES FIGUEIREDO, LUCIANO VIANA COTA

Resumo


RESUMO - A antracnose do milho causada pelo fungo Colletotrichum graminicola é uma das principais doenças da cultura no Brasil e no mundo, atacando praticamente todas as partes da planta. Neste trabalho, foi avaliada a variabilidade genética de 95 isolados monospóricos de C. graminicola provenientes dos estados de Goiás, Minas Gerais, Santa Catarina, São Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul. Foram avaliados 15 primers ISSR, sendo selecionados nove que resultaram em um maior polimorfismo. Os fragmentos de DNA gerados pelas análises de ISSR foram avaliados mediante inspeção visual dos géis. Bandas de mesmo peso molecular, em indivíduos diferentes, foram consideradas idênticas e designadas em função da ausência (0) e presença (1) no gel. Baseado na matriz, foi gerado um dendrograma pelo método UPGMA, utilizando as 66 bandas amplificadas pelos nove primers ISSR. Ao analisar o dendrograma, foi traçada uma linha divisória no valor da distância de dissimilaridade de 0,3, dividindo os isolados em sete grupos. Baseado nos resultados, foi possível concluir que a variabilidade genética entre os isolados de C. graminicola é alta, sendo os marcadores ISSR eficazes na determinação de sua variabilidade. Os isolados utilizados no presente trabalho não apresentam estruturação geográfica.

Palavras-chave: antracnose; milho; UPGMA.

GENETIC DIVERSITY ESTIMATED THROUGH ISSR MARKERS OF Colletotrichum graminicola IN BRAZIL

ABSTRACT - The anthracnose of corn caused by the fungus Colletotrichum graminicola is one of main diseases in the world including Brazil, infecting any part of the plant. This study evaluated the genetic variability of 95 monosporic isolates of C. graminicola from the Brazilian states of Goiás, Minas Gerais, Santa Catarina, São Paulo, Paraná and Rio Grande do Sul. Fifteen ISSR primers were evaluated by their DNA fragments through gels visual inspections, considering absence (0) or presence (1) for bands with the same molecular weight in different individuals making a matrix, and 9 primers showed a higher polimorfism. Based on the matrix obtained, a dendogram was generated by the UPGMA method with all 66 bands amplified from these same 9 ISSR primers, separating 7 isolated groups by a dissimilarity distance of 0.3. The ISSR markers were efficient to determine a high genetic variability between the isolates of C. graminicola but it was not possible to group them geographically.

Key words: anthracnose; corn; UPGMA.


Palavras-chave


antracnose, milho, UPGMA

Texto completo:

PDF