RESPOSTA DE CULTIVARES DE MILHO TRANSGÊNICO E CONVENCIONAL A DENSIDADES POPULACIONAIS

ROGERIO FARINELLI, WILSON ROBERTO CERVEIRA JUNIOR

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar os componentes morfológicos, produtivos, como também a produtividade de grãos de dois cultivares comerciais de milho submetidos a quatro diferentes densidades populacionais na safra verão 2011/2012. Os tratamentos foram constituídos por dois híbridos comerciais de milho (um com tecnologia transgênica - AG 8088 VT PRO e um com tecnologia convencional - AG 8088) e quatro densidades populacionais, representadas por 50.000, 60.000, 70.000 e 80.000 plantas por hectare, em um delineamento experimental de blocos ao acaso, em esquema fatorial 2 x 4, com quatro repetições. O híbrido transgênico possui a característica de resistência durante todo o ciclo da cultura, a algumas espécies de insetos da ordem Lepidoptera, promovendo o controle da Diatraea saccharalis (broca-do-colmo), Spodoptera frugiperda (lagarta-do-cartucho) e da Helicoverpa zea (lagarta-da-espiga). Mediante aos resultados verificou-se que o florescimento, a área foliar, altura de inserção da primeira espiga, número de fileiras por espiga e de grãos por espiga foram influenciados pelas densidades, híbridos, bem como pela interação. Com o aumento na densidade populacional houve acréscimo de produtividade de grãos para ambos os híbridos, sendo que o AG 8088 VT PRO sobressaiu-se em relação ao AG 8088, com melhores resultados.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18512/1980-6477/rbms.v13n3p336-346