RENDIMENTO DO SORGO GRANÍFERO ADUBADO COM NITROGÊNIO E FÓSFORO NO SEMIÁRIDO BRASILEIRO

RODRIGO GOMES PEREIRA, FÁBIO HENRIQUE TAVARES DE OLIVEIRA, GERONIMO FERREIRA DA SILVA, MARIA REGILENE DE FREITAS COSTA PAIVA, JOSÉ NOVO JÚNIOR

Resumo


Este trabalho teve por objetivo avaliar o rendimento do sorgo granífero em função de doses de N e de P2O5. Os tratamentos estudados foram resultantes da combinação entre quatro doses de N (30, 60, 90, e 120 kg ha-1) e de quatro doses de P2O5 (30, 60, 90, e 120 kg ha-1) e um tratamento controle, totalizando 17 tratamentos. O delineamento experimental foi o de blocos casualizados com quatro repetições em esquema fatorial. As características avaliadas foram: altura de plantas, diâmetro do colmo, comprimento de panícula, diâmetro de panícula, matéria seca, produtividade de grãos, teor de nitrogênio e fósforo na folha, teor de nitrogênio, fósforo no solo, receita bruta, gastos com fertilizantes nitrogenados e fosfatados e receita líquida. O aumento da disponibilidade de nitrogênio e fósforo no solo influenciam; o comprimento de panícula, diâmetro de panículo, matéria seca, produtividade de grãos,  teor de nitrogênio e fósforo na planta.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18512/1980-6477/rbms.v13n3p284-299