ATIVIDADE DA REDUTASE DO NITRATO E DESENVOLVIMENTO DE MILHO IRRIGADO ADUBADO COM FOSFATO MONOAMÔNICO POLIMERIZADO

VANESSA JÚNIA MACHADO, CARLOS HENRIQUE EITERER SOUZA, VINICIUS JOSE RIBEIRO, CRISTIANO GONÇALVES CAIXETA

Resumo


 

Na região do Cerrado, elevadas médias de produtividade em lavouras de milho têm sido alcançadas devido à tecnologia empregada em maquinários, insumos e sementes. A eficiência do uso de P nas lavouras de milho é de fundamental importância, pois este nutriente é um dos fatores limitantes à sua produção. Para minimizar as perdas e aumentar a produtividade, podem-se usar fontes de P de liberação gradual. O presente trabalho visa a avaliar o crescimento e a atividade da enzima redutase do nitrato de plantas de milho cultivado em sistema de plantio convencional irrigado por aspersão, em resposta ao uso de MAP polimerizado. O experimento foi instalado na Fazenda Experimental da Epamig, no município de Patos de Minas, MG. Os tratamentos foram: controle (sem aplicação de P) e doses de 50, 100, 150 e 200 kg ha-1 de P2O5; MAP com e sem revestimento polimerizado. O uso de MAP polimerizado permitiu um fornecimento equilibrado de P ao longo do tempo. O crescimento da planta não foi influenciado pela fonte de P2O5 aplicada. A atividade da enzima da redutase do nitrato é maior quanto mais próxima da aplicação de N em cobertura.


Palavras-chave


análise de crescimento; MAP de liberação lenta; Zea mays

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18512/1980-6477/rbms.v12n3p203-213