CARACTERÍSTICAS AGRONÔMICAS E PRODUTIVIDADE DO MILHO SOB FONTES E DOSES DE NITROGÊNIO EM COBERTURA NO INVERNO

RENATO JAQUETO GOES, RICARDO ANTONIO FERREIRA RODRIGUES, ANDERSON TERUO TAKASU, ORIVALDO ARF

Resumo


 

Esta pesquisa teve como objetivo verificar o efeito de fontes e de doses de nitrogênio em cobertura no híbrido 2B707HX no período de inverno. O experimento foi desenvolvido em Selvíria, MS. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados, com quatro repetições, dispostos em esquema fatorial 2 x 5, sendo: duas fontes de N (ureia e sulfato de amônio); e cinco doses de N (0, 40, 80, 120 e 160 kg ha-1). O N aumentou a altura de plantas, de inserção da primeira espiga e o diâmetro do colmo. A aplicação de N em cobertura promoveu acréscimos do teor de N foliar e nos grãos. A máxima produtividade de grãos foi obtida com o uso de 102,8 e 71,5 kg ha-1 de N na forma de ureia e sulfato de amônio, respectivamente. A ureia promoveu aumento da produtividade de grãos a partir da dose de 80 kg ha-1 de N.


Palavras-chave


Zea mays L.; terceira época; ureia; sulfato de amônio

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18512/1980-6477/rbms.v12n3p250-259