AVALIAÇÃO TÉCNICO - ECONÔMICA DE MILHO, SORGO GRANÍFERO E MILHETO EM MANEJO EXCLUSIVO E CONSORCIADO COM Urochloa ruziziensis

WALDO ALEJANDRO RUBEN LARA-CABEZAS, SANDRO ROBERTO BRANCALIÃO

Resumo


Avaliou-se de forma técnico-econômica a produção de grãos de milho, sorgo e milheto em sistema exclusivo e consorciadas com Urochloa ruziziensis. O delineamento foi em blocos casualizados, em triplicata, com seis tratamentos: 1) sorgo exclusivo/milheto exclusivo/milho exclusivo (SE/MILE/ME); 2) milho exclusivo/sorgo exclusivo/milheto exclusivo (ME/SE/MILE); 3) milheto exclusivo/milho exclusivo/sorgo exclusivo (MILE/ME/SE); 4) pousio/milho consorciado/capim (P/MC/C); 5) pousio/sorgo consorciado/capim (P/SC/C); e 6) pousio/milheto consorciado/capim (P/MILC/C). Foram avaliadas a massa de matéria seca (MMS), taxas de produção e decomposição, extração de macronutrientes, produtividade de grãos, índice de colheita (IC) e eficiência de conversão de N-fertilizante (ECNF). O balanço final de MMS total após a safrinha 2008 foi: MILE/ME/SE > SE/MILE/ME = P/MC/C > ME/SE/MILE = P/SC/C = P/MILC/C. Na safra 2007/2008, não houve diferença na produtividade de grãos entre os sistemas de manejo. O milheto apresentou o menor IC entre as gramíneas e o ECNF foi à ordem crescente para milho, milheto e sorgo.


Palavras-chave


diagnose foliar, eficiência de conversão de N-fertilizante, custo operacional total, ponto de nivelamento.



DOI: http://dx.doi.org/10.18512/1980-6477/rbms.v11n1p1-24