CARACTERÍSTICAS DA CARCAÇA DE BOVINOS E DIGESTIBILIDADE DE SILAGENS DE MILHO (Zea mays L.) COM ADIÇÃO DE AÇÚCAR OU INOCULANTE ENZIMO-BACTERIANO

PAULA MARIA ZANETTE, MIKAEL NEUMANN, ITACIR SANDINI, FABIANO MARAFON, FLÁVIA NESI MARIA, MAILSON POCZYNEK

Resumo


O experimento foi conduzido na Universidade Estadual do Centro-Oeste, em Guarapuava, PR, com o objetivo de avaliar o efeito da adição de açúcar ou inoculante enzimo-bacteriano em silagens de milho (Zea mays L.) sobre as características da carcaça de novilhos terminados em confinamento. O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado, constituído por três tratamentos (T1 - silagem de milho controle; T2 - silagem de milho com açúcar e T3 - silagem de milho com inoculante enzimo-bacteriano). O confinamento teve duração de 96 dias de avaliação, com 18 novilhos de peso vivo médio inicial de 340 kg. Animais terminados com silagem contendo inoculante enzimobacteriano tiveram maior espessura de gordura (4,7 contra 3,7 mm) e melhor classificação na distribuição da gordura (5,5 contra 3,8 mm) frente às dietas contendo silagem com açúcar ou sem aditivos. Os componentes não integrantes e de rendimento de carcaça não sofreram alterações em função do uso de açúcar ou do inoculante enzimo-bacteriano na silagem. Maior digestibilidade aparente da matéria seca foi obtida nas dietas à base de silagens com adição de açúcar (69,68%) ou inoculante (68,59%), comparativamente à silagem controle (66,83%).


Palavras-chave


digestibilidade da matéria seca, distribuição de gordura, espessura de gordura.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18512/1980-6477/rbms.v10n3p235-246