INFLUÊNCIA DA ÉPOCA DE PLANTIO NO DESEMPENHO DO MILHO SAFRINHA NO ESTADO DO PARANÁ, BRASIL

PEDRO SENTARO SHIOGA, ANTÔNIO CARLOS GERAGE

Resumo


O cultivo do milho safrinha está consolidado no cenário agrícola paranaense constituindo-se em ótima opção de renda dos agricultores. Apesar disso, as condições climáticas predominantes nesse período de cultivo como temperatura, radiação solar e disponibilidade de água são fatores limitantes para o desenvolvimento da planta do milho. O presente trabalho teve o objetivo de avaliar os efeitos de diferentes épocas de plantio no desempenho da cultura do milho safrinha em quatro localidades no Estado do Paraná. Os experimentos foram conduzidos em Londrina e Cambará (Região Norte), em Ubiratã (Região Centro-Oeste) e Palotina (Região Oeste), principais regiões produtoras do milho safrinha. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso, em parcelas subdivididas, com quatro repetições. As parcelas foram compostas pelas épocas de plantio e as subparcelas foram as cultivares. Os resultados revelaram que quanto mais cedo se efetuar o plantio, melhores serão as condições de clima para obtenção do máximo de rendimento de grãos. À medida que se avança o plantio ocorrem perdas gradativas no potencial de produção. Em plantios mais cedo ocorre aceleração no ciclo das plantas em virtude do elevado acúmulo inicial de graus-dias. À medida que se avança o plantio, verifica-se alongamento do ciclo da planta devido a uma queda no acúmulo de graus-dias especialmente no mês de maio.


Palavras-chave


Zea mays L., épocas de plantio, ciclos, rendimentos, milho safrinha

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18512/1980-6477/rbms.v9n3p236-253