PRODUTIVIDADE DE PALHA E DE MILHO NO SISTEMA SEMEADURA DIRETA, EM FUNÇÃO DA ÉPOCA DA APLICAÇÃO DO NITROGÊNIO NO MILHO

ANDERSON LANGE, WALDO ALEJANDRO RUBEN LARA CABEZAS, PAULO CÉSAR OCHEUZE TRIVELIN

Resumo


Estratégias que busquem aumentar a produtividade de palha pelas culturas devem ser implementadas na região dos Cerrados, no sentido de consolidar o plantio direto. Objetivou-se avaliar a influência das épocas de aplicação e do parcelamento da fertilização nitrogenada suplementar à adubação de semeadura no milho sobre a produtividade de palha de aveia preta, espécies espontâneas e a influência desse parcelamento nos diversos componentes da cultura. Os tratamentos constaram da aplicação de 70kg/ha de nitrogênio, como dose suplementar à adubação de semeadura do milho, em épocas distintas: na semeadura da aveia-preta; oito dias antes da semeadura do milho; em cobertura, quando as plantas tinham quatro a cinco folhas; em cobertura, quando as plantas tinham sete a oito folhas. Na semeadura, aplicaram-se 42kg/ha de N em todas as parcelas. A adubação nitrogenada aplicada na semeadura da aveia não resultou em aumento da produtividade de palha, na entressafra. Houve aumento da produtividade de palha pelo milho quando se aplicou o nitrogênio suplementar à semeadura, assim como a aplicação mais próxima da semeadura proporcionou aumento da produtividade em relação à aplicação do fertilizante na semeadura da aveia.


Palavras-chave


aveia-preta, ciclagem de nutrientes, cobertura do solo.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18512/1980-6477/rbms.v8n01p%25p