ANÁLISE DIALÉLICA PARCIAL DE LINHAGENS DE MILHO-PIPOCA

RONALD JOSÉ BARTH PINTO, MARCUS VINÍCIUS KVITSCHAL, CARLOS ALBERTO SCAPIM, MARCELO FRACARO, LUCAS SOUTO BIGNOTTO, ISRAEL LEITE DE SOUZA NETO

Resumo


O presente trabalho teve como objetivo avaliar a capacidade geral de combinação (CGC) das linhagens parentais e a capacidade específica de combinação (CEC) das combinações híbridas de dois grupos de seis linhagens S5 de milho-pipoca, grupos I e II, extraídos a partir dos compostos UEM-C3 e UEM-C4, intercruzados em esquema dialélico parcial. A análise de Griffing foi utilizada na estimação da CGC e CEC, baseando-se no desempenho dos híbridos F1, considerando as características rendimento de grãos e capacidade de expansão. Foram avaliados trinta e seis híbridos simples e uma testemunha comercial, IAC 112, em blocos completos, com os tratamentos ao acaso, com três repetições, durante o ano agrícola de 2005/2006, nos municípios de Maringá e Cidade Gaúcha, localizados na região noroeste do Paraná. A análise dialélica parcial mostrou-se eficiente no estudo dos efeitos da CGC das linhagens endogâmicas de milho-pipoca e dos efeitos da CEC estimados em híbridos obtidos do cruzamento entre linhagens de grupos diferentes. As linhagens D, E’ e C’ podem ser utilizadas na formação de novas populações. As combinações híbridas D x E’, E x A’, F x A’ e C x B’ foram as mais promissoras.


Palavras-chave


Zea mays L., capacidade de combinação, rendimento de grãos, capacidade de expansão.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18512/1980-6477/rbms.v6n03p%25p