EFICIÊNCIA DE INSETICIDAS SOBRE Spodoptera frugiperda (J.E. SMITH, 1797) (LEPIDOPTERA: NOCTUIDAE) EM MILHO NA REGIÃO DOS CHAPADÕES

GERMISON VITAL TOMQUELSKI, GUSTAVO LUÍS MAMORÉ MARTINS

Resumo


Os objetivos do trabalho foi realizar o levantamento sobre o uso de alguns inseticidas e estudar a eficiência dos mesmos nos controle de Spodoptera frugiperda (J. E. Smith, 1797) (Lepidoptera: Noctuidae) na cultura do milho, na região dos Chapadões. Foram realizados, nas safras 2004/2005 e 2005/2006, levantamentos do uso de inseticidas, em 15 propriedades. Desenvolveram-se concomitantemente três experimentos, no município de Chapadão do Sul (MS), sendo delineados em blocos ao acaso com oito tratamentos e quatro repetições (experimento 1 e 2) e sete tratamentos e 4 repetições (experimento 3). No experimento 1, os tratamentos foram: 1) Testemunha; 2) metomil (151g i.a./ha); 3) lambdacyalotrin (7,5g i.a/ha); 4) thiodicarb (160g i.a./ha); 5) lufenuron (7,5g i.a./ha); 6) triflumurom (38,4g i.a./ha); 7) alfacypermetrina + teflubenzurom (12,7 + 12,7g i.a./ha) e 8) spinosad (24g i.a./ha). No experimento 2, foram utilizados os tratamentos: 1) Testemunha; 2) metomil (151g i.a./ha); 3) lambdacyalotrina (7,5g i.a./ha); 4) clorpirifós (384g i.a./ha); 5) spinosad (24g i.a./ha); 6) triflumurom (28,8g i.a./ha); 7) lufenuron (15g i.a./ha) e 8) thiodicarb (240g i.a./ha). Os tratamentos no experimento 3,  estratégias de manejo na primeira e segunda aplicações, foram respectivamente: 1) Testemunha; 2) thiodicarb e triflumurom (240 e 28,8g i.a./ha); 3) lambdacyalotrina e lufenuron (7,5 e 15g i.a./ha); 4) alfacypermetrina e teflubenzurom (15 e 15g i.a./ha); 5) metomil e novalurom (151 e 15g i.a./ha); 6) alfacypermetrina + teflubenzurom (12,7 + 12,7g i.a./ha) e 7) profenofós + lufenuron (150 + 15g i.a./ha). Os grupos químicos Benzoiluréias e carbamatos são os mais usados na região, representando, respectivamente, 34 e 31%, na safra de 2004/2005 e 30 e 46%, na safra de 2005/2006. O uso de benzoiluréias (triflumurom e lufenuron) apresenta eficiência somente a partir do sétimo dia após a aplicação. Os carbamatos (thiodicarb e metomil) apresentam eficiência de 90% no terceiro dia após a aplicação. Os inseticidas alfacypermetrina + teflubenzurom e spinosad, nas dose testadas, apresentaram eficiência de 80 e 84%, respectivamente, no terceiro dia após a aplicação.


Palavras-chave


Zea mays, lagarta-do-cartucho, controle químico, cerrado.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18512/1980-6477/rbms.v6n01p%25p