CARACTERÍSTICAS MORFOLÓGICAS E FISIOLÓGICAS DO MILHO QUE INFLUENCIAM A PERDA DE ÁGUA DO GRÃO

JOSIANE MARLLE GUISCEM, SÍLVIO JOSÉ BICUDO, JOÃO NAKAGAWA, MAURÍCIO DUTRA ZANOTTO, CLÁUDIO SANSÍGOLO, CLAUDEMIR ZUCARELLI, GUSTAVO PAVAN MATEUS

Resumo


Cultivares de milho cujos grãos apresentam rápida perda de água são desejáveis, pois evitam prejuízos decorrentes de atraso na colheita, como a ocorrência de pragas e doenças, entre outras vantagens. Avaliou-se a influência de algumas características da planta na perda de água nos grãos de milho após a maturidade fisiológica, em dez híbridos de milho (AG122, AG9012, AG8012, AG5012, AG1051, C901, Z8501, Z8452, Z8392 e XL370). O delineamento experimental empregado foi o de blocos casualizados, com cinco repetições. O experimento foi conduzido em um nitossolo vermelho, em Botucatu, SP. As características avaliadas foram: número de dias da semeadura ao florescimento, da semeadura à maturidade fisiológica, do florescimento à maturidade fisiológica e da semeadura até os grãos alcançarem aproximadamente 15% de teor de água; teor de água no grão no intervalo de aproximadamente 33% até 15%, com coletas bissemanais; diâmetro da espiga com e sem palha, número de linhas de grãos no sabugo, diâmetro, quantidade de extrativos totais, lignina, holocelulose e cinzas da palha e sabugo; número, área, massa, profundidade dos grãos na espiga e gramatura da palha. A quantidade de extrativos totais presentes na palha, gramatura da palha, número de linhas de grãos por espiga, profundidade dos grãos na espiga, dias após a semeadura até maturidade fisiológica, dias após a semeadura até os grãos alcançarem aproximadamente 15% de teor de água e o período de enchimento de grãos afetam a quantidade de perda de água pelos grãos em cultivares de milho.


Palavras-chave


Zea mays, perda de água, grãos.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18512/1980-6477/rbms.v1n02p%25p