PERDAS NA COLHEITA MECANIZADA DE MILHO EM AGRICULTURA FAMILIAR DA ZONA DA MATA MINEIRA

CRISTIANO MÁRCIO ALVES DE SOUZA, LEIDY ZULYS LEYVA RAFULL, ELTON FIALHO DOS REIS, TEODORICO ALVES SOBRINHO

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar as perdas de grãos ocasionadas durante a colheita do milho, cultivado em áreas de agricultura familiar da Zona da Mata Mineira. As perdas de grãos foram determinadas para três velocidades de deslocamento e duas rotações do cilindro trilhador da colhedora. Foram determinadas as perdas naturais, na plataforma de corte, no sistema de trilha, nos sistema de separação e limpeza e a capacidade de colheita da máquina. Não foi observada influência da velocidade de deslocamento e da rotação do cilindro trilhador sobre as perdas na plataforma de corte e no sistema de trilha. As menores velocidades de deslocamento, na rotação do cilindro trilhador de 850 rpm, apresentaram menores perdas nos sistemas de separação e limpeza. A velocidade de trabalho de 2,45km/h e a rotação de 850 rpm apresentaram os maiores valores de capacidade de colheita.


Palavras-chave


desempenho, colhedora, capacidade de colheita.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18512/1980-6477/rbms.v5n02p%25p