CARACTERIZAÇÃO DA MORFOLOGIA RADICULAR DE GENÓTIPOS CONTRASTANTES DE SORGO EM BAIXO E ALTO NÍVEIS DE FÓSFORO

MICHEL CASTTELANI DA ROCHA, GLAUCO VIEIRA MIRANDA, MARIA JOSÉ VILAÇA VASCONCELOS, PAULO CÉSAR MAGALHÃES, GERALDO AFONSO DE CCARVALHO JÚNIOR, LIDIANNE ASSIS SILVA, MARCELO OLIVEIRA SOARES, FERNANDO RODRIGO OLIVEIRA CANTÃO, FABRÍCIO RODRIGUES, ROBERT EUGENE SCHAFFERT

Resumo


A baixa disponibilidade de fósforo (P) no solo é um dos principais fatores que restringem o desenvolvimento e a produção das plantas. Para a adaptação a esses ambientes, as plantas desenvolveram mecanismos que variam entre espécies e entre genótipos. A capacidade das plantas de explorar o solo, converter formas não utilizáveis de P em absorvíveis, formar associação com fungos micorrízicos, entre outras características, pode determinar a eficiência das plantas nesses ambientes. Este trabalho teve como objetivo avaliar características morfológicas radiculares relacionadas aos mecanismos de aquisição de fósforo em linhagens de sorgo pertencentes ao programa de melhoramento de sorgo da Embrapa. Foram caracterizadas nove linhagens, quanto à morfologia do sistema radicular, quando cultivadas em solos apresentando dois níveis de fósforo (5 e 20 mg dm-3). Para essa caracterização, foi utilizado o analisador de imagens WinRhizo v. 4.0. Para as características relatadas como relevantes na aquisição de fósforo, comprimento total de raiz (CTR), comprimento de raiz muito fina (CRMF) e fina (CRF), área de superfície total de raiz (ATR), área de superfície de raiz muito fina (ARMF) e fina (ARF) e número de ramificações (NR), verificou-se variabilidade genética somente quando as plantas foram cultivadas em baixa disponibilidade de fósforo, sugerindo que diferentes mecanismos de aquisição podem estar atuando nos ambientes de baixa e alta disponibilidade do nutriente. O comprimento e a área de superfície das raízes apresentaram-se mais importantes na adaptação das plantas em baixa disponibilidade de fósforo que o volume e o diâmetro médio das raízes. As características comprimento específico (CE) e densidade de tecido de raiz (DeTR) podem estar relacionadas com a eficiência das linhagens em baixo fósforo. Essas características podem ter grande utilidade como parâmetros para seleção de genótipos em programas de melhoramento de sorgo.


Palavras-chave


Sorghum bicolor, morfologia de raiz, WinRhizo, eficiência de fósforo, aquisição de fósforo

Texto completo:

PDF PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18512/1980-6477/rbms.v9n01p65-78