MORTALIDADE DE LAGARTA DE Spodoptera frugiperda ALIMENTADAS COM FOLHAS DE MILHO TRATADAS COM EXTRATO AQUOSO DE FOLHAS DE NIM Azadirachta indica

PAULO A. VIANA, HÉLIO T. PRATES

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito do período de alimentação sobre a mortalidade de lagartas de Spodoptera frugiperda, de diferentes idades, alimentadas com folhas de milho tratadas com extrato aquoso de folhas de nim (Azadirachta indica). Dois bioensaios foram conduzidos em laboratório da Embrapa Milho e Sorgo, em Sete Lagoas, MG. No primeiro, lagartas recém-eclodidas foram alimentadas por períodos de um a seis dias, com seções de folhas de milho tratadas com o extrato e, em seguida, alimentadas com folhas não tratadas. No segundo, lagartas com diferentes idades (1 a 13 dias) foram alimentadas com folhas tratadas com o mesmo extrato, durante a fase larval. O extrato de nim foi preparado pela colocação de 150g de folhas secadas ao ar livre e moídas em 1L de água destilada. Os dados de mortalidade larval foram submetidos à análise de regressão. Os resultados do primeiro bioensaio mostraram que lagartas recém-eclodidas, alimentadas com folhas de milho tratadas com extrato de nim por um dia, tiveram alta mortalidade (99 a 100%) e impediram que o inseto restabelecesse o seu desenvolvimento normal ao ter acesso ao alimento não tratado, após esse período. Os resultados do segundo bioensaio mostraram que a mortalidade de lagartas com até oito dias (3o ínstar) foi elevada (90%), decrescendo acentuadamente após dez dias de idade.


Palavras-chave


Insecta, inseticida natural, lagarta-do-cartucho, nim.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18512/1980-6477/rbms.v4n03p%25p