RELAÇÃO DO ÍNDICE SPAD, DETERMINADO PELO CLOROFILÔMETRO, COM TEOR DE NITROGÊNIO NA FOLHA E RENDIMENTO DE GRÃOS EM TRÊS GENÓTIPOS DE MILHO

RAIMUNDO NONATO CARVALHO ROCHA, JOÃO CARLOS CARDOSO GALVÃO, PAULO CESAR TEIXEIRA, GLAUCO VIEIRA MIRANDA, ERNANI LUIZ AGNES, PAULO ROBERTO GOMES PEREIRA, UBERLANDO TIBURTINO LEITE

Resumo


O objetivo desse trabalho foi avaliar a precisão da leitura do clorofilômetro (índice SPAD) na diagnose precoce do conteúdo de N em folhas de milho e no rendimento de grãos e proporcionar subsídios para recomendação da adubação nitrogenada. O experimento foi conduzido com três híbridos de milho (DKB333B, P32R21 e AG9010), seis formas de aplicação de 120kg/ha de N durante o ciclo da cultura: 100% na semeadura (S), 40% na S e 60% quando as plantas apresentavam quatro folhas completamente desenvolvidas (4ª folha), 40% na S e 60% quando as plantas apresentavam oito folhas completamente desenvolvidas (8ª folha), 20% na S e 80% na 4ª folha, 20% na S e 80% na 8ª folha, 20% na S , 40% na 4ª folha e 40% na 8ª folha. Os tratamentos foram arranjados em parcelas subdivididas com quatro repetições, em que os híbridos e adubação nitrogenada foram casualizados nas parcelas e nas subparcelas, respectivamente. Foram feitas determinações do teor de clorofila na folha (índice SPAD, avaliado com clorofilômetro) e do teor de N total na folha nas fases de 4a e 8a folhas e florescimento, bem como avaliado o rendimento de grãos ao final do experimento. A leitura obtida pelo clorofilômetro portátil foi eficiente para diagnose precoce do teor de N na 4ª folha das cultivares de milho AG9010 (superprecoce) e P32R21 (precoce). Para o híbrido DKB333B (normal), não houve correlação entre o índice SPAD e o teor de N na 4ª folha completamente expandida.


Palavras-chave


Zea mays, produtividade, adubação nitrogenada, diagnose precoce, análise foliar.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18512/1980-6477/rbms.v4n02p%25p