CINÉTICA DE ABSORÇÃO DE FÓSFORO E CRESCIMENTO DO SISTEMA

VERA MARIA CARVALHO ALVES, SIDNEY NETTO PARENTONI, CARLOS ALBERTO VASCONCELLOS, GILSON VILLAÇA EXEL PITTA, CARLA CRISTINA DE MOURA FRANÇA

Resumo


Com o objetivo de estudar o efeito da omissão de P no meio de cultura nas características fisiológicas de absorção de P e no comprimento de raízes de oito genótipos de milho, quatro previamente classificados como eficientes e quatro como ineficientes para P, foram desenvolvidos dois experimentos. No primeiro, sementes dos oito híbridos de milho foram germinadas em rolos de papel-toalha e transplantadas para recipientes de plástico contendo solução nutritiva completa de Steinberg, pH 5,5. Sete dias após o transplante, o P foi retirado de metade das bandejas. Após três dias de omissão de P, realizou-se a cinética de absorção de P, iniciando-se a retirada de alíquotas de 10 ml de cada vaso, a cada 30 minutos, durante oito horas. No segundo experimento, aos seis dias após a omissão do P no meio de cultivo, raízes das plantas dos tratamentos com e sem omissão de fósforo foram coletadas para avaliação do comprimento total do sistema radicular. A omissão de fósforo por três dias aumentou significativamente a velocidade máxima de absorção de fósforo (Vmax) e a taxa de influxo em seis genótipos de milho, quatro ineficientes e dois eficientes para P. O Km (Constante de Michaelis) foi significativamente modificado pela omissão de fósforo em apenas dois genótipos. Conclui-se que aumentos na Vmax e taxa de influxo de P com a omissão de P no meio de cultivo é um mecanismo geral de resposta das plantas à deficiência de P, mas que não confere eficiência diferencial entre genótipos de milho. A omissão de P na solução nutritiva, por seis dias, aumentou significativamente o comprimento radicular em três dos genótipos eficientes para P. Nos genótipos ineficientes para P, não houve modificação significativa dessas características, indicando que o crescimento diferencial do sistema radicular pode ser um dos possíveis mecanismos da eficiência para fósforo em milho.


Palavras-chave


Zea mays;estresse de fósforo;adaptação a solos ácidos;eficiência nutricional;absorção de fósforo

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18512/1980-6477/rbms.v1n01p%25p