NITROGÊNIO FOLIAR COMPLEMENTAR E DIFERENTES POPULAÇÕES DE PLANTAS NA CULTURA DO MILHO

FABIANO PACENTCHUK, JAQUELINE HUZAR NOVAKOWISKI, BRUNO SBARDELOTTO DEPARIS, CRIZ RENÊ ZANOVELLO, FELIPE POZZAN, ITACIR ELOI SANDINI

Resumo


O uso do N complementar é uma alternativa importante para o fornecimento de N para cultura do milho e resulta em acréscimo de produtividade. Entretanto, estudos que demonstrem a relação entre aplicação de N complementar e a população de plantas são escassos. O propósito deste trabalho foi estudar como a aplicação de N complementar em diferentes populações de plantas influencia a produtividade e os componentes de rendimento da cultura do milho. O experimento foi conduzido em DBC em esquema fatorial 2 x 4 x 5, com quatro repetições, sendo: duas safras (2014/15 e 2015/16), quatro populações de plantas (55.000, 70.000, 85.000 e 100.000 plantas ha-1) e cinco doses de N complementar (0, 5, 10, 15 e 20 kg ha-1 de N). Houve diferença entre as safras para todas as variáveis estudadas. A aplicação de até 10,60 L ha-1 de N complementar apresentou acréscimo de produtividade de 722 kg ha-1. O aumento da população de plantas proporcionou aumento de produtividade, da altura de inserção da primeira espiga e diminuição da MMG, do número de grãos/fileira e grãos/espiga. Não houve interação entre população de plantas e N complementar, sugerindo que o efeito positivo do N complementar é independente da população de plantas.


Palavras-chave


Arranjo de plantas, nitrogênio complementar, Zea mays

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18512/1980-6477/rbms.v18n2p269-280