EFEITO INIBITÓRIO DO SORGO GRANÍFERO NA CULTURA DA SOJA SEMEADA EM SUCESSÃO

EVANDRO MARCOS BIESDORF, LEONARDO DUARTE PIMENTEL, MATHEUS FERREIRA FRANÇA TEIXEIRA, THAÍS PATRÍCIA MOREIRA TEIXEIRA, ALUÍZIO BOREM DE OLIVEIRA

Resumo


 

RESUMO – O cultivo do sorgo granífero avança no Brasil. Todavia, existem evidências sugerindo efeito inibitório sobre a soja cultivada em sucessão. Objetivou-se investigar o efeito inibitório do cultivo de sorgo granífero (BRS 332) sobre o desempenho da soja (Glycine max (L.) Merrill) semeada em sucessão. Para isso, realizou-se um experimento de campo em blocos ao acaso em esquema de parcela subdivididas. As parcelas foram compostas pelas culturas antecessoras sorgo e milho e as subparcelas, por cinco datas de semeadura da soja após a colheita das culturas antecessoras (0, 20, 40, 60 e 80 dias após a colheita). Observou-se que o sorgo, como cultura antecessora, resultou em menores percentagens de emergência, índice de velocidade de emergência, altura de inserção de primeira vagem e número de vagens por planta de soja, apesar da produtividade de grãos não ter sido afetada. Conclui-se que o desenvolvimento vegetativo inicial da soja é afetado negativamente quando a semeadura é realizada em até 40 dias após a colheita do sorgo. Contudo, o cultivo anterior de sorgo na mesma área, comparativamente ao cultivo anterior do milho, não é capaz de afetar a produtividade da soja.

Palavras-chave: Glicine max, Sorghum bicolor, sorgoleone, Zea mays

.

INHIBITORY EFFECT OF SORGHUM ON SOYBEAN IN SUCCESSION

 

ABSTRACT - The cultivation of grain sorghum is advancing in Brazil, however, there is evidence suggesting an inhibitory effect on soybeans grown in succession. The objective of this study was to investigate the inhibitory effect of grain sorghum (BRS 332) on the performance of soybeans (Glycine max (L.) Merrill) seeded in succession. For this, a field experiment was carried out in a randomized blocks design in a subdivided plot scheme. The plots were composed of the predecessor crops sorghum and maize and the subplots were five soybean sowing dates after harvesting the predecessor crops (0, 20, 40, 60 and 80 days after harvest). It was observed that sorghum as a predecessor crop resulted in lower emergence percentages, emergence speed index, first pod insertion height and number of pods per soybean plant, although grain yield was not affected. As conclusion, the initial vegetative development of soybean was negatively affected when sowing was carried out up to 40 days after sorghum harvest. However the previous cultivation of sorghum in the same area did not affect soybean productivity, compared to the previous corn crop.

Keywords: Glicine max, Sorghum bicolor, sorgoleone, Zea mays.

 

 


Palavras-chave


Glicine max (L.) Merrill; Sorghum bicolor (L.) Moench; sorgoleone

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18512/1980-6477/rbms.v17n3p445-459